Bannerid

quarta-feira, 20 de março de 2019

segunda-feira, 18 de março de 2019

sexta-feira, 8 de março de 2019

Dia Internacional das Mulheres - Mulheres capitãs

Lugar de mulher é onde ela quiser. Conheça mulheres que se tornaram capitãs de navios de cruzeiro, um mercado que vem crescendo ano a ano e incorporando mais mulheres ao quadro de tripulantes.

Karin Stahre-Jansen
Foi a primeira mulher promovida a capitã na companhia Royal Caribbean. A sueca foi promovida em 2007 a comandar o Monarch of the Seas com capacidade para 2.400 passageiros e 850 tripulantes.

Sarah Breton
Foi a primeira britânica a se tornar capitã de um navio pela companhia P&O Cruises. Após ingressar em 1989 na companhia e trabalhar durante anos Sarah recebeu a incumbência de comandar o navio de cruzeiro Artemis.

Inger Klein Olsen
A tradicional Cunard Lines também nomeou uma capitã para comandar o Queen Victoria, trata-se de Inger Olsen, vinda das Ilhas Feroe (território pertencente à Dinamarca).

Margrith Ettlin
A companhia de luxo Silversea nomeou a suíça Margrith para comandar o navio de expedição Silver Explorer. Margrith já tinha larga experiência como staff da Happag Lloyd.

Kate McCue
Aos 37 anos foi a primeira americana a alcançar o mais alto posto de comando, sendo responsável pelo Celebrity Summit da Celebrity Cruises. Kate também é famosa no instagram onde mostra um pouco da sua rotina (para seguir procurar por captainkatemccue)

Serena Melani
Foi a primeira italiana a estar à frente do comando de um navio. Serena foi nomeada para comandar o cruzeiro de luxo Seven Seas Mariner em março de 2016.

Kathryn Whittaker
Em agosto de 2018 a canadense foi promovida para comandar o Silver Cloud, navio da companhia Silversea Cruises.

A paixão pelo mar e trabalho árduo levaram estas mulheres à posição mais alta da hierarquia. Isso mostra que não há limites para elas e deixamos aqui nosso parabéns às pioneiras que servirão de inspiração para muito mais mulheres trabalharem no mar.

E no Brasil? O Brasil também vem seguindo essa tendência e abrindo oportunidades para as mulheres. A Daisy Lima da Silva se tornou em 2017 a primeira capitã a comandar um navio porta contêiner (Sebastião Caboto). A paraense não pensava em se tornar capitã mas foi incentivada por um professor por apresentar grandes resultados e estagiou em diversos navios mercantes até provar estar apta e chegar ao comando do Sebastião Caboto. Mais sobre a Daisy em uma reportagem voc~e pode conferir clicando aqui.

Fontes: Sindmar, Crew-Center

quarta-feira, 6 de março de 2019

Video e fotos: IVS Crimson Creek out/17


Graneleiro deixando o Porto de Santos à noite

IVS Crimson Creek
-construído em 2014
-189,93 metros de comprimento
-bandeira de Singapura
Singapore